segunda-feira, 17 de junho de 2024

Animal provoca acidente na BR 110 em Upanema

Uma vaca morta na pista provocou um acidente, na noite desta segunda-feira (17), nas proximidades do KM 85, na BR-110, sentido Mossoró/Upanema, em Upanema. 

De acordo com informações da Polícia, o acidente ocorreu por volta das 21h. Uma agente comunitária de saúde e uma cabeleireira estavam a caminho de suas casas, em Upanema, quando vinheram a colidir com um animal morto na pista de rolamento. 

Ao tentar desviar o veículo do animal, o mesmo acabou vindo a descer o aterro e capotar.

As duas vítimas tiveram alguns ferimentos e foram socorridas para a Unidade Mista de Saúde em Upanema, logo após transferidas para o HRTM em Mossoró para realizar maiores exames.

O veículo tipo Fox ficou bastante danificado com o acidente.











domingo, 12 de maio de 2024

A Naturalização do Errado e a dor das Famílias Upanemenses

Escrito por um Upanemense anônimo 

Hoje cedo eu fui visitar minha amada mãe pelo dia que convencionaram como dia das mães, embora eu considere dia das mães todos os dias. Estando ali em Upanema lembrei de José e da dor que sua mãe está sentindo hoje. Não conhecia José, nem tampouco a mãe dele, soube de sua breve existência porque ele faleceu de um acidente de moto na última semana em Upanema. Esse fato nos faz refletir sobre verdades duras. José não deveria estar pilotando motocicleta, já que tinha apenas dezesseis anos de idade. Não é o primeiro que morre em Upanema nessas circunstâncias e é difícil pensarmos que será o último.

Após sair da casa de minha mãe fiz um deslocamento breve pelas ruas de Upanema e como sempre, visualizei diversos adolescentes, algumas crianças até, conduzindo motocicleta pelas ruas da cidade. A conclusão óbvia é que os pais dessas pessoas nada aprenderam com a última tragédia.

É preciso reconhecermos que o sangue de José está nas mãos de muita gente. Esse sangue está nas mãos  das autoridades constituídas que não fiscalizam, não cobram e não fazem o suficiente para amenizar o problema. Também há sangue de José nas mãos de cada pai, mãe, tio, avô, de cada parente que entrega veículo a menor de idade, pessoas sem  maturidade suficiente para condução desses veículos. O discurso é o mesmo: "Ora, o filho de fulano anda por que o meu não pode andar?"Alguns vão além e presenteiam seus filhos com motocicletas, alguns que mal atingiram doze anos de idade, pasmem.

O problema do menor ao volante não é exclusivo de Upanema, mas poucos locais a situação é tão escancarada como aqui, pois o absurdo salta aos olhos. E as razões são muitas, a maior delas é o círculo vicioso que se criou com a naturalização do errado. Quem tentou combater esse problema inevitavelmente foi taxado de politiqueiro, xingado publicamente. Quando o pai autuado é do lado do prefeito, a acusação é de que  a autoridade que o autuou é da oposição. Do contrário quando o pai não é do lado do prefeito, o que se espalha na cidade é que a autoridade é do lado do prefeito e por ordem dele está perseguindo opositores. Tudo aqui se politiza, tudo aqui se problematiza com foco errado. O fato é que os valores continuam invertidos e ninguém é capaz de reconhecer o cerne do problema, a falta de aplicação de regras básicas dentro das famílias e na sociedade em geral.  

Quando um parente entrega um veículo a um adolescente, ele está colocando essa pessoa em real risco de acidente. Também está cometendo uma infração gravíssima de trânsito e o crime capitulado no Art. 310 do Código de Trânsito Brasileiro que é "permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança", cuja pena é detenção de seis meses a um ano ou multa. Além disso, está transmitindo uma péssima mensagem ao adolescente de que ele pode violar as determinações legais, muitas vezes gerando no adolescente a falsa impressão de que ele pode tudo.

Dito isto, é preciso que a morte de José não represente só um número numa estatística nefasta. É preciso que o lamentável fato seja sim explorado para salvar a vida de jovens em situações semelhantes. É preciso que haja uma tomada de atitude pelas autoridades e que acima de tudo, que haja uma tomada de consciência na sociedade, para que se pare de se naturalizar o errado. Por José e por tantos outros que já se foram por culpa também nossa, mas essencialmente pelos que aí estão, descumprindo as normas legais e elevando o risco de dor às famílias Upanemenses.



domingo, 21 de abril de 2024

Faleceu o ex-juiz de Upanema, João André de Brito Chaves

Lamentamos informar sobre o falecimento do ex-juiz de Upanema, João André de Brito Chaves. Ele foi uma figura importante na comunidade jurídica e deixará saudades. 

Dr João André, atuou como diretor do Fórum Desembargador Wilson Dantas entre os anos de 86 á 88, onde suas filhas, entre elas Dra Sabrina Smith que também já foi juíza em Upanema e estudaram na CNEC.

Neste momento de tristeza, expressamos nossas condolências à família e amigos. Que encontrem conforto e força para enfrentar essa perda irreparável. Descanse em paz, João André de Brito Chaves.








segunda-feira, 11 de março de 2024

Pesquisa aponta maioria de 6000 mil votos para Renan em Upanema

O Instituto Agora Sei, o mesmo que apontou quase 2000 mil votos de maioria na eleição de 2016 do ex-prefeito Luiz Jairo contra Onildo foi contratado pela rádio difusora para divulgar uma pesquisa eleitoral do atual cenário em Upanema. 

Em 2016, foi registrado uma maioria de 161 votos, número bastante divergente do que era esperado na pesquisa eleitoral 

A pesquisa eleitoral divulgada na tarde desta segunda-feira (11), apontou que o atual prefeito Renan Mendonça (PP) está com uma maioria de 6000 mil votos se a eleição fosse hoje contra principal oponente, Monthalggan Fernandes.





Nota do Blog: Vocês acreditam em 6000 mil de maioria?



Após décadas, servidores terceirizados de Upanema estão com salário atrasado

Uma notícia que ninguém gosta de compartilhar é essa, mas após décadas funcionários que prestam serviço terceirizado ao município de Upanema estão com o salário atrasado.

Nossas fontes nos informaram que a empresa terceirizada PROMOVE AÇÃO SOCIOCULTURAL não fez os repasses salariais aos seus funcionários conforme a LEI Nº 7.855, onde o funcionário que recebe por mês deve receber até o 5º dia útil.

Consultando o Portal da Transparência, foi verificado que ano passado a Prefeitura de Upanema fez repasses superiores a R$ 5 milhões de reais a empresa contratada.

Enquanto isso, os funcionários estão com contas atrasadas e ninguém resolve a situação.







sábado, 9 de março de 2024

Ex-presidiário é vítima de tentativa de homicídio em Upanema

Na noite deste sábado (09), um ex-presidiário foi vítima de tentativa de homicídio no bairro Santa Paz, zona urbana do município de Upanema.

Emanoel Bezerra da Silva, de 26 anos, estava jantando quando dois indivíduos arrombaram a porta de sua casa e efetuaram um disparo com arma de fogo contra o mesmo, felizmente só atingiu seu braço.

Emanoel foi socorrido para a Unidade de Saúde em Upanema e em seguida transferido para o HRTM em Mossoró.



Parabéns Márcia Simone

Nosso blog vem desejar felicitações a senhora Márcia Simone pelo seu aniversário. 

Márcia é uma mulher cristã, mãe e avó. Esposa do saudoso Carlinhos Garcia (in memórian).


Créditos da Imagem: Luan Caesar


Ex-secretário Giovanni Bezerra e família se unem a oposição em Upanema

O ex-secretário Giovanni Bezerra e família se uniram ao projeto politico da oposição de Upanema que tem a frente o pré-candidato a Prefeito Monthalggan.

Giovanni na gestão do ex-prefeito Luiz Jairo ocupou duas secretárias de destaque no município, Assistência Social e Infraestrutura.

Monthalggan, juntamente com toda oposição recebe com grande entusiasmo e alegria, acreditando que essas adesões fortalecerão o grupo.